Autarquia aprova programa de comparticipação para a realização de obras de imóveis em ARU

A Câmara Municipal de Sintra, no dia 17 de dezembro de 2019, o segundo aviso para a abertura de candidaturas ao Programa ReaViva Sintra, num investimento global de 200 mil euros e comparticipação até 30 mil euros por candidatura. 

O programa ReaViva concede apoio financeiro a fundo perdido, destinado à execução de obras de reabilitação de prédios urbanos, cuja comparticipação incide sobre as partes comuns dos mesmos, integrados em Áreas de Reabilitação Urbana, visando a requalificação e valorização patrimonial, contribuindo para a identidade dos valores locais construídos, promovendo e preservando a qualidade arquitetónica e a imagem urbana, bem como a valorização do ambiente e das pessoas.

As Áreas de Reabilitação Urbana de Sintra abrangem atualmente cerca de 78 mil pessoas.

A realização de obras de imóveis deverá reabilitar a imagem arquitetónica do edificado, recuperar elementos arquitetónicos em vez de os substituir por outros, integrar materiais com composição igual ou semelhante aos originários e valorizar intervenções que se confirmem de relevo.

Os apoios previstos neste programa assumem a forma de subsídio não reembolsável, concedido pela Câmara Municipal de Sintra e têm caráter de complementaridade ao autofinanciamento.

O Regulamento Municipal “Rea VIVA Sintra”, programa de comparticipação para a realização de obras de imóveis em Áreas de Reabilitação Urbana, tinha sido aprovado a 4 de dezembro de 2018.

Para benefício dos incentivos instituídos, os requerentes deverão reunir os requisitos necessários, dar cumprimento aos devidos procedimentos administrativos e instruir os pedidos com os elementos adequados e constantes no link: https://cm-sintra.pt/territorial/aru



Image